Skip to main content

atonement,um filme a não perder!


A semana passada fui pela primeira vez ao cinema desde que estou em Londres.

Ir ao cinema aqui é um programa que fica caro,por isso só dá para ser muito de vez em quando e quando é para ir ver um filme de qualidade,como foi o caso.Por isso,foi dinheiro bem gasto,até porque não queria nada ter que esperar pelo lançamento do dvd para ver um filme que tem sido tão aplaudido pela crítica.

Fui então ver o filme "Atonement".

É um filme com uma concepção e uma história completamente diferentes do que estamos habituados a ver e com um desfecho que surpreende e emociona,de tal forma é a sua intensidade dramática.

É um filme que vai contra o paradigma do happy end e cujo argumento e história me fizeram lembrar o conceito da tragédia grega.

No dia mais quente do verão de 1935,a jovem Briony vê da janela do seu quarto a sua irmã mais velha despir-se e entrar na fonte do jardim de sua casa.A observar Cecilia está também o jovem Robbie Turner,filho da governanta e amigo de infância das duas irmãs.

Nessa mesma noite,a vida dos três sofrerá uma dramática transformação: Briony,que tem apenas 13 anos,mas possui já um grande poder de criatividade e imaginação,surpreende Cecilia e Robbie na biblioteca e interpreta o que vê de acordo com a sua imaginação,pensando que a irmã está a ser assediada por Robbie.

Essa ideia não sai da sua cabeça,mas ela nada diz,até que uma prima sua é violada e Briony tem a certeza que foi ele quem a violou e acusa-o.

Tal acusação vai ter consequências dramáticas para todos,nomeadamente para Briony,já que o sentimento de culpa,arrependimento e de expiação vão pautar toda a sua vida,tentando de alguma forma redimir-se e reparar o mal que cometeu na sua adolescência.

O filme tem uma grande intensidade dramática e o tema principal é o sentimento de culpa e a necessidade de expiação.

A banda sonora não podia ser mais adequada ao ambiente trágico da história.

"Atonement" é a adaptação da obra homónima do escritor britânico Ian McEwan e o realizador é Joe Wright.

A Keira Knightley(Cecilia),coube mais uma vez o papel de protagonista num filme deste realizador,contracenando com James McAvoy(Robbie Turner).




Comments

Popular posts from this blog

Alguém sabe onde traduzir certificados aqui em Londres?

Preciso de obter a tradução em inglês dos meus certificados de habilitações,já que me esqueci completamente de tratar disso em Portugal antes de vir para cá.
Agora,tenho uma certa urgência em fazê-lo,porque quero começar a ver de trabalhos ma minha área específica e não sei onde poderei conseguir as traduções.
Penso que no Consulado apenas autenticam e reconhecem traduções,mas não as fazem.
Eu até fazia eu própria a tradução,mas preferia que fosse feita por um tradutor oficial,ou pelo menos poder mostrar a minha tradução a um tradutor de forma a saber se é 100% correcta.
Se alguém souber onde me posso dirigir para fazer isso,agradecia imenso.
Obrigada!

Férias

Acho que nunca fiquei tanto tempo sem ir a Portugal.
Mas amanhã lá estarei, finalmente, oito meses após ter chegado à África do Sul!
Vai ser um mês de férias que vai saber a pouco, mas para o ano conto ir duas vezes a Portugal: no verão e no Natal.
Até amanhã Portugal! Estou quase aí!

coisas que gosto de fazer nos meus tempos livres

Não tenho muito tempo livre para me dedicar às coisas que gosto de fazer,mas tento pelo menos dedicar sempre algum tempo das minhas folgas a essas coisas.
Adoro ler!Lamento é não ler agora tanto como já li em tempos.
Ainda ontem entrei em duas livrarias de Oxford Street e nem dei pelo tempo passar;quando me apercebi,tinha passado parte da tarde entre prateleiras cheias de óptima literatura!
Era para ter comprado um livro do Jostein Gaarder,mas acabei por não o fazer,pois neste momento já estou a ler dois livros,um em inglês: Atonement de Ian Mc Ewan e um em português: Malinche,de Laura Esquivel.
Geralmente,leio mais é durante as minhas viagens de autocarro de casa para o trabalho e vice-versa.
Também adoro escrever;de escrever no meu diário,que mantenho já há alguns anos e onde estão registados alguns dos momentos mais significativos da minha vida,bons,maus,assim-assim.
Actualmente,estou a escrever o meu 18º diário!Já escrevi mais diário que Miguel Torga escreveu,eh,eh,mas claro que a quali…